Conselho dos Direitos da Pessoa com Deficiência tem novos representantes

As entidades e conselheiros representantes das pessoas com deficiência foram eleitos nesta sexta-feira (6) para integrar o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD) no biênio 2015-2017. A eleição, ocorrida em assembleia no Salão de Atos do Parque Barigui, foi a primeira a ser realizada após as mudanças implantadas pela lei 14.545/2014, que vincula o Conselho à Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e não mais à Assistência Social.

Com a novidade, o CMDPD passa a deliberar sobre a aplicação dos recursos do Fundo Municipal de Apoio ao Deficiente. Antes, seus pareceres tinham caráter apenas consultivo. Isso garante ao colegiado uma participação mais efetiva na definição e fiscalização de políticas públicas voltadas para a promoção e inclusão social da pessoa com deficiência.

“Este é um momento de mudança. Isso nos deixa felizes e mostra que a administração do prefeito Gustavo Fruet está preocupada com uma Curitiba mais inclusiva e propõe políticas públicas voltadas para a pessoa com deficiência”, disse a secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Mirella Prosdocimo.

A posse dos conselheiros representantes de cada área está prevista para a primeira semana do mês de abril, com a presença do prefeito Gustavo Fruet.

O resultado da eleição definiu as entidades da sociedade civil que representarão as diferentes áreas no Conselho. São elas: Associação de Pais e Amigos de Surdos – Apas (área auditiva – surdez); Instituto Paranaense de Cegos – IPC (área visual); Associação do Deficiente Motor – ADM (área física); Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional – Fepe (área intelectual); Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial (área de múltipla deficiência); Associação Beneficente Renascer (área de transtornos globais do desenvolvimento).

Foram eleitos também três conselheiros representantes de pessoas com deficiência. Luiz Fernando de Jesus Zeni, Eber Santos da Silva e Daniela Pizzatto Girardello serão titulares no Conselho. Adriano Lachovski e Raphael Demóstenes Cardoso serão suplentes na representação.

Para o aposentado Mauro Vincenzo Cláudio Nardini, de 55 anos, a formação deste novo Conselho, representa uma conquista. “É um grande avanço para a cidade de Curitiba ter um colegiado único que irá discutir, definir e nortear junto ao Poder Executivo as políticas públicas mais efetivas e funcionais para a pessoa com deficiência. É uma conquista”, destacou Nardini, que tem deficiência física e é um atuante na defesa pelos direitos da pessoa com deficiência.

Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba/SMCS

eleições CMDPcD

Share on print