Entidades definem Plano Municipal de Turismo de Curitiba

COMTUR 1

Uma reunião entre representantes do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e do Instituto Municipal de Turismo (Ctur) validou o novo Plano Municipal de Turismo de Curitiba. O plano estabelece diretrizes para a qualificação da cidade como destino turístico de eventos e negócios e incremento ao turismo de lazer para os próximos dois anos – até 2017. A reunião foi realizada na tarde desta terça-feira (1) no miniauditório do Paço da Liberdade, na Praça Generoso Marques.

“Os planos estratégicos são uma importante ferramenta para a gestão dos municípios. Nesse contexto, Curitiba se desperta para a importância de não somente se organizar e elaborar este plano, mas também para a relevância das parcerias entre poder público e entidades privadas, visando organizar a atividade turística e promover a sustentabilidade. Este plano surge com o objetivo de embasar o processo de gestão estratégica do turismo de nossa cidade”, afirmou o presidente do Ctur e presidente do Comtur, Caíque Ferrante.

Para a elaboração do Plano Municipal de Turismo, o Ctur, entidades e órgãos ligados ao Comtur se mobilizaram nos últimos meses. “Foram formados grupos de trabalho para a discussão das principais necessidades e ações que devem ser implantadas para fomentar o turismo no município. Também foram abertos canais de comunicação para contribuições da população através do Fale Conosco, na página do Instituto Municipal de Turismo, e no Facebook da Prefeitura de Curitiba e Curta Curitiba”, explicou a assessora técnica do Ctur Adriane Vortolin, responsável por coordenar a elaboração do plano.

Foram discutidas sete áreas estratégicas para o desenvolvimento do turismo, com temas que formaram a base da Política Municipal de Turismo, dos Planos Nacional e Estadual de Turismo, do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS Curitiba), do Plano de Governo Municipal e pesquisas da demanda turística.

Com a aprovação do Plano Municipal de Turismo, o monitoramento para a aplicação dele ficará sob responsabilidade dos grupos de trabalho criados por representantes do Comtur. Atualmente o conselho é formado por 40 órgãos do trade turístico.

Para Tatiane Turra, diretora executiva do Curitiba Convention and Visitors Bureau (CCVB), o plano apresenta medidas para o desenvolvimento do turismo na capital paranaense que são viáveis e possíveis de serem implantadas. “Tudo que foi discutido pode ser executado. A adoção deste plano vai consolidar e agregar valor competitivo no posicionamento de Curitiba dentro do segmento de turismo de eventos”, afirma.

Áreas estratégicas para o desenvolvimento do Turismo:

- Gestão do Turismo
- Gestão de eventos geradores de Fluxo turístico
- Qualificação de produtos e serviços turísticos
- Promoção e comercialização do destino Curitiba
- Gestão da Informação
- Produção associada ao Turismo
- Curitiba como destino indutor/regionalização do turismo

http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/entidades-definem-plano-municipal-de-turismo-de-curitiba/37470