IV Conferência Municipal pelos Direitos da Pessoa com Deficiência

Nos dias 15 e 16 de outubro acontece a IV Conferência Municipal pelos Direitos da Pessoa com Deficiência, no auditório do bloco bege da Universidade Positivo. No dia 15 o evento é das 8h às 18h e no dia 16, das 8h30 às 12h. A conferência reúne aproximadamente 300 pessoas interessadas na inclusão, que discutem assuntos relacionados ao tema central, deliberado pelo CONADE (Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência): “Os desafios na implementação da política da pessoa com deficiência: a transversalidade como radicalidade dos direitos humanos”.

Antes da IV Conferência Municipal pelos Direitos da Pessoa com Deficiência, ocorreram três pré-conferências que englobaram cada uma três regionais da cidade. A primeira recebeu sugestões de propostas dos cidadãos das regionais Santa Felicidade, Cidade Industrial de Curitiba – CIC e Portão; a segunda, das regionais Pinheirinho, Bairro Novo e Boqueirão; e a terceira, das regionais Boa Vista, Cajuru e Matriz. Em cada uma das pré-conferências participaram mais de 100 pessoas e foram eleitos cinco delegados, que terão poder de voz e voto na conferência em outubro.

Além destas pessoas, participam da conferência, com direito a voz e voto, os delegados natos, que são os conselheiros titulares e suplentes do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (36 pessoas); 50 delegados indicados pelas entidades (pessoas que participam da direção das entidades); 50 pessoas com deficiência que são beneficiárias destas entidades; seis representantes não governamentais dos conselhos municipais ligados à temática da pessoa com deficiência e 133 delegados dos órgãos da Prefeitura Municipal de Curitiba. Há ainda a possibilidade de participar como convidado, com direito a voz, mas sem direito a voto; e como observador, sem direito a voz ou voto.

Durante a IV Conferência Municipal pelos Direitos da Pessoa com Deficiência, o grupo debate três eixos temáticos, quando sugere propostas a serem levadas para as etapas estadual e nacional das conferências, que ocorrem em dezembro de 2015 e maio de 2016, respectivamente. Os eixos temáticos são: “Gênero, raça, etnia, diversidade sexual e geracional”, “Órgãos e instâncias de participação social” e “Interação entre os entes e poderes federados”. Também haverá a eleição do grupo de delegados que participará da conferência estadual.