Little Rockers se apresentam em encerramento de projeto

Depois de quatromeses de muita aula de guitarra e história da música, crianças atendidas pelas Unidades de Acolhimento Institucional da Fundação de Ação Social (FAS) participaram nesta quarta-feira (9) do encerramento da primeira edição do projeto “Little Rockers”, que garantiu aulas de iniciação musical pra crianças de 9 a 13 anos. O projeto é uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba, Hard Rock Cafe e Instituto Rolling Stone Brasil.

Antes da apresentação final, o clima era de ansiedade. “Sempre dá um nervoso, né? Mas eu ensaiei bastante e estou confiante. Foi muito legal poder aprender sobre música, principalmente sobre rock”, disse João Douglas, de 12 anos.

A presidente da FAS, Marcia Oleskovicz Fruet, ficou surpresa com o resultado. “É muito orgulho. Essa galera hojeé uma banda e a gente vê eles concentrados e empolgados. Só temos a agradecer aos parceiros que acreditaram e fizeram isso acontecer. Transformaram a vida das crianças através da música”, afirmou.

As aulas ficaram sob responsabilidade dos professores da Academia do Rock e aconteceram todas as semanas no Hard Rock Cafe. “Durante as aulas passamos um pouco de introdução ao rock, explicamos o funcionamento do equipamento e também um pouco de teoria. Tivemos práticas em grupo para a galera se ambientar para a apresentação. Foi demais!”, contou Marcelo Leite, proprietário da Academia do Rock.

O ponto alto da apresentação foi uma versão que os pequenos roqueiros fizeram de “Que País É Este”, da Legião Urbana, que arrancou muitas palmas da plateia presente no auditório da Academia do Rock.

“É impressionante a diferença de postura deles hoje com a primeira aula. Nós acreditamos que daqui para a frente, cada um aqui tem um caminho a seguir. Ficamos felizes de mostrar que a música pode transformar”, afirmou o representante do Instituto Rolling Stone Brasil, Roberto Juruá.

E no encerramento, o momento mais aguardado nestes meses: cada criança ganhou uma guitarra e um amplificador de som, com o objetivo de dar continuidade aos conhecimentos, numa parceria com a Música Center. A ideia é que, a partir de agora, eles continuem com aulas de música com a Fundação Cultural de Curitiba.

“Foi legal porque todo mundo se ajudou quando teve dificuldade. Conheci os Beatles e adorei. E o mais legal é que podem até dizer que não é coisa de menina, mas nós arrasamos! Agora com a minha guitarra, pretendo continuar aprendendo”, concluiu Alexandra da Silva, de 12 anos.