Bispo nomeado pelo Papa Francisco foi educador social da FAS

No último dia (17), o Papa Francisco nomeou o padre curitibano Ricardo Hoepers, de 45 anos, para o cargo de bispo diocesano da diocese de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. Além de doutor em Moral na Accademia Alfonsiana, em Roma, capital da Itália, Ricardo também tem como experiência o seu trabalho como educador social na Fundação de Ação Social (FAS), quando no início da década de 90 exercia essa função no Liceu Vila Camargo, pertencente a Regional do Cajuru.

A atual supervisora da regional, Marli Aparecida de Oliveira Gonçalves, trabalhou como educadora social junto de Ricardo e contou que o carisma e bom humor do homem cativavam todos no local. “O Ricardo começou a realizar atividades musicais com idosos da região, formando assim um grupo que dura até hoje. Aqui na regional todos sentem falta do trabalho dele, mas ficaram muito felizes com sua nomeação, pois sabem da competência e bondade dele”, relatou Marli.

Além do grupo de idosos, Ricardo também realizou outras ações importantes como educador social, como quando auxiliou desabrigados por uma enchente, que estavam alojados no Centro de Educação Infantil Issa Nacli, localizado no bairro do Uberaba. Marli, que trabalhou com ele na ocasião ressaltou que o trabalho social feito por ele, principalmente com atividades musicais, ajudou a confortar muitas das famílias atingidas.