Conselho Municipal de Saúde realiza capacitação de conselheiros

O Conselho Municipal de Saúde de Curitiba (CMS) iniciou no ano de 2015 a primeira etapa de capacitações de conselheiros, que será realizada em todos os Distritos Sanitários da cidade durante o ano de 2016. Em dezembro de 2015 foram realizadas as etapas nos Distritos da CIC e Pinheirinho. No Bairro Novo, a capacitação aconteceu em março de 2016. O trabalho está sendo desenvolvido pelo CMS e pelo Centro de Educação em Saúde (CES), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).
Nesta gestão (2015-2019), o CMS optou por capacitações que utilizam o método da andragogia, que estimula a participação dos envolvidos de maneira mais ativa. Na gestão anterior, foi realizada uma capacitação em formato de seminário, com palestras realizadas em apenas um dia, para todos os conselheiros da cidade.
Na etapa do Bairro Novo, 21 conselheiros participaram de um amplo debate sobre controle social, que possibilitou que eles colocassem sua opinião sobre o tema e ampliassem seus conhecimentos sobre o seu papel na sociedade. A conselheira Tereza Przyvitowski, do Conselho Local Sambaqui, (disse que este formato de capacitação é bastante proveitoso e esclarecedor. “Descobri muitas coisas que ainda não sabia. Muitas vezes não tomamos algumas atitudes por desconhecimento”, comentou. Para ela, a discussão sobre o Regimento do Conselho foi um dos pontos principais da capacitação. “Já li o Regimento. Mas ler, somente, não adianta. Precisamos interpretá-lo e entender o que podemos e o que não podemos fazer”, observa Tereza, que atua como conselheira há dois anos.
Wander Marques, do Conselho Local da Unidade de Saúde Ipiranga (Pinheirinho), participou pela primeira vez de uma capacitação e afirmou que agora compreende claramente a função que terá que desempenhar em seu conselho, representando uma comunidade. “Eu obtive informações novas, eu tinha uma visão diferente da atuação do conselheiro. Foi muito bom”, comentou.
Representando o Conselho Local da Unidade de Saúde Dom Bosco (Pinheirinho), a conselheira Anadir Moura disse que desta vez a capacitação foi bastante proveitosa, já que estimulou o debate entre os participantes. “Nas outras capacitações, somente com palestras, ficava tudo muito cansativo e repetitivo. Agora foi mais proveitosa e focou bem no assunto mais importante, que é a importância e a atuação do Conselho e dos conselheiros”, avaliou.
Durante a capacitação, os conselheiros puderam mostrar o seu olhar sobre o que é representar uma comunidade em defesa do controle social, seja dentro de um Conselho Local, seja no Distrital ou no Municipal. Chilei Garcia, conselheira no Distrito CIC, diz que ser conselheiro é, acima de tudo, ter amor ao próximo e não se preocupar em receber nada em troca. “As pessoas falam: ‘nossa, você não ganha nada. Mas eu não ligo, pois a questão é fazer o bem sem esperar retorno”, diz Chilei.
Luiz Guilherme de Freitas, do Conselho Local Tancredo Neves, também da CIC, afirma que para ser conselheiro tem que entender as diversidades e saber ouvir. “Temos que ter jogo de cintura, ouvir e tentar entender todos, e se colocar no lugar do outro”, afirma.
O conselheiro do Bairro Novo, José de Souza Filho, que atua há 4 anos no conselho local, também ficou satisfeito com a capacitação em seu Distrito. “Aprendemos muito sobre o Regimento, o que podemos fazer, o que o usuário pode ajudar no controle social. Eu já tinha lido o documento, mas não tinha compreendido toda esta abrangência”, disse.

RENOVAÇÃO
Neste ano, a renovação de conselheiros foi grande, e por isso a capacitação em formato ativo se torna ainda mais importante, como lembra o presidente do CMS, Adilson Tremura. “A capacitação é importante na medida em que difunde a importância dos conselheiros para o controle social, já que muitos deles não têm o entendimento correto do seu papel e atribuições.”, comenta Tremura. O CMS conta com 81 conselheiros. O presidente do CMS lembra ainda que o conselheiro, ciente de suas atividades, consegue disseminar estes conhecimentos na sociedade, que também passa a entender a importância dos conselhos para a saúde.
Em breve o CMS organizará um calendário com datas das capacitações nos outros distritos sanitário da cidade.