Bairro Novo ganha novo espaço de atendimento social

O prefeito Gustavo Fruet participou nesta quarta-feira (30) da inauguração do novo espaço do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) Bairro Novo. A unidade, que atende famílias dos bairros Ganchinho, Bairro Novo, Umbará e Sítio Cercado, é responsável pelo atendimento de pessoas que sofreram violações em seus direitos e que necessitam de abordagens específicas.

Funcionando anteriormente na Rua da Cidadania do Bairro Novo, o CREAS Bairro Novo atendeu 1289 pessoas no ano passado, além de acompanhar 163 adolescentes em conflito com a lei que cumpriram medida socioeducativa em meio aberto. Na cerimônia de inauguração do novo espaço, parte das comemorações do aniversário de Curitiba, o prefeito Gustavo Fruet ressaltou a importância da manutenção e ampliação dos serviços da prefeitura mesmo com a queda de arrecadação do município e falta de repasses dos governos estadual e federal. “Tão importante quanto inaugurar é recuperar os equipamentos, o que a gente já tem”, afirmou. “Essa inauguração mostra os nossos avanços na busca de espaços de convergência entre as necessidades da cidade e principalmente das pessoas. Isso reafirma a obrigação e a oportunidade de ter unidades adequadas e serviços de qualidade. Este é o objetivo de uma cidade mais humana”, disse.

A presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Marcia Oleskovicz Fruet, destacou a adequação do novo espaço do CREAS às necessidades dos usuários: “Quem procura o CREAS teve algum tipo de vínculo rompido, como abandono, negligência ou abuso. Por isso o usuário precisa de acolhimento, sigilo e respeito. E essa casa oferece o espaço adequado para a escuta qualificada, em que cada profissional tem um local próprio para atendimento”, afirmou. “A partir de agora, a gente confia que a comunidade vai se apropriar dessa casa e cuidar dela”, completou Marcia.

A nova sede do CREAS passa a funcionar na Rua João Maranho, 58, Sítio Cercado. A equipe de atendimento é formada por educadores e assistentes sociais e psicólogo. Segundo a supervisora da FAS na regional Bairro Novo, Rosangela de Barbara, o espaço vai promover a melhora dos atendimentos prestados à população. “A Rua da Cidadania é um espaço adequado para serviços mais operacionais. Aqui temos um local para nossos profissionais atenderem com cada vez mais qualidade as pessoas que vivem neste bairro. É, também, uma conquista dos direitos dos trabalhadores”, afirmou.