Novos Membros do COMPED – Biênio 2016 -2018

Os novos membros do Conselho Municipal da Política Sobre Drogas (Comped) tomaram posse nesta quarta-feira (15) para o biênio 2016-2018, durante solenidade na Prefeitura de Curitiba. Ao todo, os 18 conselheiros que representam órgãos públicos municipais e entidades da sociedade civil organizada têm a responsabilidade de estimular a discussão e a proposição de políticas públicas para o setor.

O Comped é um colegiado de caráter permanente e deliberativo que tem como atribuição acompanhar, propor, controlar e fiscalizar as ações e o funcionamento da Política Municipal Sobre Drogas de Curitiba. Dentro do conselho, os eixos de atuação são: estudo e pesquisa, legislação, prevenção, tratamento e reinserção social.

Ubiratan Silva, presidente do Comped que nesta quarta-feira transmitiu o cargo para Antonio Carlos Rocha, falou do avanço no trabalho realizado nos últimos dois anos na cidade, onde, segundo ele “existem várias Curitibas” quando o assunto é a política sobre drogas. “Nessa área, é fundamental compreender a linguagem do povo, principalmente a linguagem da juventude”, enfatizou.

O novo presidente apontou a necessidade da revisão da lei que institui o Conselho, visando à ampliação da participação social. “O Conselho vai seguir os princípios republicanos e democráticos”, comentou Rocha, que representa a Fundação de Ação Social (FAS) de Curitiba.

O secretário municipal da Saúde, César Monte Serrat Titton, destacou a importância do envolvimento de todas as áreas para resultados efetivos e ações concretas na política sobre drogas. O diretor do Departamento de Política Sobre Droga da Secretaria da Saúde, Marcelo Kimati, lembrou que em junho foi realizada a mais ampla conferência municipal sobre o tema, com grande mobilização de diversos segmentos da sociedade. “A Política Sobre Drogas de Curitiba irá apoiar e respeitar as decisões apresentadas pelo Comped e durante a conferência municipal”, enfatizou.

Além dos 18 membros titulares do Conselho, foram empossados 18 suplentes. Na área governamental estão representadas nove secretarias e órgãos municipais: Saúde, Defesa Social, Educação, Secretaria de Governo Municipal, Fundação Cultural, Procuradoria Geral do Município, Esporte, Lazer e Juventude, Fundação de Ação Social e Trabalho e Emprego.

Entre os representantes da sociedade civil estão: Sindicato dos Psicólogos do Paraná – com a suplência do Conselho Regional de Psicologia -, Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Paraná, Conselho Regional de Serviço Social, Conselho Tutelar, Centro de Prevenção e Recuperação “O Caminho, a Verdade e a Vida” (Precavida), Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor), Federação Paranaense de Comunidades Terapêuticas Associadas (Compacta), Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) – que tem como suplente a Congregação Missionária do Santíssimo Redentor – e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

POSSE POSSE 1